Google+ Followers

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Paixão

Paixão arrebatadora, irracional, impulsiva, intensa, verdadeiramente apoteótica... Sente-se a magia das borboletas no estômago, a loucura dos atos impensados, a fantasia do eterno, a utopia da perfeição... As noites sem sono, os dias sem fome e as palavras sem sentido.
      O que nos move a nos entregar de corpo e alma a alguém? Apaixonar-se em primeiro impacto... Olhar adiante, e pronto simplesmente o tempo pára, o coração acelera, a respiração torna-se ofegante e então não conseguimos de início entender o que está acontecendo, apenas sabemos o quanto são "boas" essas sensações...Como de repente surge do nada uma emoção assim? Pois bem, mas não é do nada que isso acontece...  
     Apaixonamo-nos pelo cheiro da pessoa, são os chamados feromônios que é uma substância química que exalamos continuamente pelos bilhões de poros da nossa pele. Então, a paixão vai além dos olhares que se encontram e buscando após esse contato o cheiro, há circuitos que levam mensagens atuando como se fossem receptores, que entram pelo olfato e vão até o cérebro para ser sinalizada uma mensagem bem clara SEXO!
    Os feromônios estão envolvidos no comportamento sexual e na marcação de território. Os feromônios além de sinalizar interesses sexuais, podem também sinalizar situações de perigo. A paixão como já foi muito pesquisada, e entre muitos dados coletados percebe-se que tem um tempo limitado que nos faz sentir todas essas conotações fisiológicas, sendo assim podendo durar por no máximo 30 meses. O que pode sim converter em amor através do que permanece,ou seja, o companheirismo, o afeto e podendo por fim ser duradouro. De qualquer forma, quando dizemos que temos química com alguém, é provável que estejamos literalmente certos.

Um comentário:

  1. Homens sentem mais frequentemente essa tal paixão rsrsrrss
    (brincadeiras a parte)
    Mas acredito que o amor só é possivel após a convivencia,sou a favor de que o amor verdadeiro é construido, aos poucos, dia após dia, e é infinito, ou seja, vc pode amar cada vez mais uma pessoa. A paixão além de ser passageira é limitada no quesito "querer bem", muitas vezes acaba se transformando numa coisa ruim e doentia. A propósito, amei seus textos, e seu blog!!

    ResponderExcluir